Image
NOSSAS ORIENTAÇOES AOS PROFISSIONAIS

Expressamo-nos através do que vestimos e de adornos que escolhemos. Porem, ao lidarmos com crianças, todo cuidado é pouco. Cada detalhe, como brinco, tarraxa ou um cinto de fivela pode gerar acidentes graves, colocando em risco a integridade física do adulto e da criança. Por tanto é imprescindível que os profissionais que lidam com as crianças estejam atentos as seguintes orientações:


É importante que a roupa esteja limpa e que seja vestida apenas no interior da escola. Seu uso deve ser restrito ao ambiente escolar, visando prevenir infecções. Cada uniforme deve ser utilizado e lavado mesmo que esteja aparentemente limpo.

A roupa ideal é aquela que mantem o corpo confortável para qualquer movimento.

Roupas que deixam a pele respirar, camisas confortáveis e tecidos leves.


Devem ser limpos, fechados, confortáveis, rasteiros e ante derrapantes. No caso do berçário e de áreas com tatame, é necessário retirar os sapatos, porém deixar os pés cobertos por sapatilhas ou meias.

Acessórios e Adornos

Brincos, piercing, colares, anéis, cintos, relógios de pulso devem ser retirados e guardados em local fora do alcance das crianças.

Nenhum objeto que caiba em um copinho de café pode estar ao alcance das crianças. Logo, atenção redobrada aos botões, miçangas, lantejoulas e outras miudezas.

A lavagem das mãos deve fazer parte da rotina, especialmente entre as atividades, em local próprio para isso, sempre do cotovelo até as pontas dos dedos, espalhando o sabão com movimentos circulares, lavando bem os espaços entre os dedos, polegares, as palmas e dorsos das mãos e antebraços.

Não esquecendo de limpar embaixo das unhas com escovinha macia. Deixe o sabão agir, enxaguando em seguida. Seque as mãos com papel toalha descartáveis.


Em caráter obrigatório, a lavagem deve ser feita:

1. Ao chegar à creche;

2. Antes e no final de cada refeição;

3. Antes e no final de cada troca de fraldas ou no auxilio na higiene da criança;

4. Antes e no final da sua própria higiene;

5. No final de qualquer situação onde haja manipulação de dejetos (fezes, vômito, urina, suor, secreção nasal) de crianças ou adultos.

Cabelos:

No caso dos cabelos longos, usá-los presos (rabo, trança ou coque), por presilhas seguras, sem objetos pequenos ou pontas que possam se desprender. A rede é sem, dúvida uma opção muito segura.

Unhas:

Sempre curtas e preferencialmente sem esmalte, pois facilitam a manutenção de sua limpeza.

Higiene bucal:

A boca deve estar sempre limpa e os dentes bem escovados utilizandopasta de dente, dando bom exemplo as crianças.

Cheiros:

Perfumes e cremes não devem ser utilizados, em especial aqueles que têm cheiro forte, pois podem provocar ou agravar alergias nas crianças;

Cigarros são expressamente proibidos na área da CRECHE, pois causam danos a saúde de todos (LEI MUNICIPAL);

É obrigatório uso de desodorante ou antetranspirante.

Barba:

Deve ser curta e aparada diariamente e os que usam devem mantê-la limpa e higienizada.

Luvas:

São grandes aliadas em prol da higiene e da segurança, inclusive para proteger ferimentos, mesmo que superficiais evitando infecções;

Cada luva deve ser utilizada apenas uma vez e descartada.


RECOMENDAÇÃO DO CEASA:

Todos os funcionários que manipularem alimentos devem utilizar luvas.